Notícias do Colégio, Concursos e Vestibulares. Sejam todos bem vindos!

Posted by : Marcus Vinicius Cunha de Souza 31 de agosto de 2010

Neste Mês, o Ministério da Educação [MEC] começa a análise do projeto da Universidade Federal do Oeste da Bahia [Ufob], que pode ser criada a partir do desmembramento de uma unidade da Universidade Federal da Bahia [Ufba], em Barreiras. Depois do MEC, o texto segue para o executivo e para o congresso. Se for aprovada, a Ufob começa com seis cursos de graduação, 74 professores e 680 alunos.
De públicas, somente a Ufba e a Uneb, que atendem juntas a 2.136 alunos, têm campus na região e oferecem 12 graduações. Mas se um barreirense quiser cursar jornalismo, por exemplo, fica mais perto estudar na Universidade de Brasília [598 km] do que em Salvador [842 km].
A região em que a Universidade do Oeste pode ser implantada tem cerca de um milhão de habitantes, da cidade de Barreiras e dos arredores. Com a criação da Ufob, pretende-se expandir o número de cursos e aumentar os investimentos em ensino, pesquisa, extensão e infra-estrutura, além de contribuir para o desenvolvimento da região oeste. Em Barreiras, apenas 7,5% dos estudantes estão matriculados em cursos de 3º grau, sendo que, dessa totalidade, somente 2% estão em instituições públicas.
Durante quase 60 anos, a Ufba foi a única universidade Federal do estado, enquanto a maior parte das capitais do Brasil têm no mínimo três. Isso só mudou em meados de 2005, quando foi sancionada a lei que criou a Universidade Federal do Recôncavo Baiano [Ufrb], também fruto de um desmembramento, este do campus de Cruz das Almas.
A Ufob foi idealizada pela Ufba em 2006, e foi a sua provável emancipação que motivou a construção do campus Barreiras, atual Instituto de Ciências Ambientais e Desenvolvimento Sustentável [ICADS]. “Há muita vontade de que isso saia do papel. O MEC nos pressionou para acelerar a elaboração da proposta acadêmica e administrativa da universidade“, conta o reitor da Ufba, Naomar Almeida.
Acelerado – Com o processo correndo mais rápido, os alunos acabaram se sentindo atropelados e confusos. “No ano passado, tivemos que lidar com muitas informações. Reuni, Universidade Nova, desmembramento. Parecia tudo a mesma coisa. Ninguém da administração nos explicava o que estava acontecendo“, se queixa Amanda Santos, 19, aluna da Unidade Barreiras. Ela faz parte da comissão de desmembramento, o conselho que, teoricamente, ajudaria a montar o projeto. No entanto, a estudante nunca foi convidada para as reuniões que aconteceram em Salvador.
Nenhum estudante entrevistado pelo Vestibular se coloca contra a mudança, mas todos reclamam da forma como o processo aconteceu. “Eu acreditava que esse desmembramento ia ser feito, mas não agora. Parece que tem uma dimensão muito mais política que educacional. Até abaixo-assinado a prefeitura de Barreiras passou na cidade, para acelerar a criação e aprovação da Ufob“, preocupa-se Débora Rodrigues, 19, aluna de geografia.
Se o projeto for aprovado, os alunos do ICADS que não estiverem cursando o último semestre de seus cursos sairão com o diploma carimbado pela Ufob.
Para os universitários, o maior receio são as deficiências do campus atual, onde faltam professores e a infra-estrura é deficiente. Hoje, a Ufba de Barreiras funciona em colégio público adaptado. “Se eu entrar na Ufob e fizer um curso de qualidade, o nome não vai fazer tanta diferença e sim a profissional que eu vou ser. Meu medo é não ter essa qualidade, entende?“, questiona Débora.
Transição – A diretora do campus Barreiras, Joana Luz, explica que os estudantes recém-chegados não conseguiram se organizar a tempo para participar da criação do projeto. Ela também assegura que o desmembramento vai viabilizar as melhorias necessárias ao campus.
”Só definimos estrutura acadêmica e administrativa, que estão sujeitas a mudanças, a depender de quais sejam os resultados da aplicação”. A diretora informou que as discussões sobre o estatuto da universidade, a escolha dos cursos a serem criados, as prioridades de investimentos e outros assuntos ligados à instituição serão discutidos com os estudantes. ”Quanto aos problemas de infra-estrura, estamos finalizando até o segundo semestre deste ano a construção de um novo campus”.

A experiência do Recôncavo
O campus de Cruz das Almas que deu origem a Ufrb tinha apenas um curso, agronomia. Desde a “independência“, foram criados campi em mais três cidades e o número de graduações aumentou para 24. Quando era Ufba, entravam 120 alunos por ano; como Ufrb, entram 1.420. O orçamento que custeia tudo isso também subiu: passou de 500 mil para 15 milhões.
Todo o processo burocrático de aprovação da universidade demorou cerca de três anos. Paulo Soledade, reitor da Ufrb, acredita que com a aprovação do Reuni no ano passado, o processo será mais fácil para a Ufob.
Para o reitor, a Bahia é prejudicada pelos baixos investimentos do governo federal em ensino superior. ”Cada grande região do Estado deve ganhar uma instituição federal. Começou pelo Recôncavo, está acontecendo com o oeste, mas que não pare por aí. O impacto econômico e cultural de uma universidade é inimaginável”.
Comissão – Para discutir a criação da Ufob, a Ufba montou uma Comissão de Desmembramento. À Federal da Bahia coube justificar a criação da instituição e elaborar seu projeto acadêmico e administrativo. Foram definidos número de professores [70], funcionários [30] e orçamento do primeiro ano: R$ 31 milhões.
O projeto finalizado foi enviado ao MEC no dia 3/7. O Ministério vai avaliar a demanda regional, a abordagem socioeconômica e a infra-estrutura proposta.
”Como a universidade virá de um campus que já funciona, o projeto provavelmente será aprovado na íntegra, como fizemos com a Ufrb”, explica Maria Ieda, responsável pelo Reuni. 
 
A Tarde - julho

Leave a Reply

Subscribe to Posts | Subscribe to Comments

Perfil

Minha foto
Marcus Vinicius Cunha de Souza
Visualizar meu perfil completo

Postagem em destaque

"O Bom filho à casa torna"

Boa noite meus amigos! Depois de mais de seis meses voltei a postar neste blog. Os motivos foram dos mais diversos: casamento, filho, co...

Frases

Poesia do Dia

Total de visualizações

Imagem do Dia

Seguidores Facebook

Seguidores

Seguidores G+

Concursos

Colégio Modelo de Xiquexique. Tecnologia do Blogger.

- Copyright © Colégio Modelo de Xiquexique -Metrominimalist- Powered by Blogger - Designed by Johanes Djogan -