Notícias do Colégio, Concursos e Vestibulares. Sejam todos bem vindos!

SISU 2017/1: CONVOCAÇÃO DOS CANDIDATOS EM LISTA DE ESPERA COMEÇA HOJE

As instituições de ensino superior que participam do Sistema de Seleção Unificada (SiSU) 2017/1 iniciam hoje, 16 de fevereiro, a convocação dos candidatos da lista de espera. A manifestação de interesse pôde ser feita de 30 de janeiro a 10 de fevereiro.

Vale ressaltar que cabe às próprias instituições de ensino a convocação dos candidatos para a matrícula, portanto, é primordial que os participantes acompanhem as publicações junto à universidade na qual tenham manifestado interesse.

A participação na lista de espera é restrita à primeira opção de vaga dos candidatos não selecionados em nenhuma das opções na chamada regular e aqueles selecionados na segunda opção, independentemente de terem efetuado a matrícula. 

Vestibular escola

16 de fevereiro de 2017
Posted by Marcus Vinicius Cunha de Souza
Tag :

Bahia terá 85 escolas culturais em 2017

Durante o programa ‘Digaí, Governador’ desta semana, o governador Rui Costa (PT) confirmou a implantação de 85 escolas culturais no estado. O objetivo é incluir a arte e a cultura no currículo escolar do estudante, e não apenas como uma atividade complementar.

“Em cada uma dessas escolas, nós teremos, por exemplo, um núcleo de orquestra do Neojiba. Assim como outras linguagens, como dança e poesia. Queremos transformar essas escolas em celeiros de arte. E quem sabe podemos despertar e descobrir muitos talentos existentes nas nossas escolas culturais”, afirma Rui Costa.

Segundo o programa, a ideia surgiu a partir da observação de iniciativas similares em escolas do interior do estado. “Lá no início, em 2015, eu conheci uma escola em Tanhaçu, onde o diretor montou uma sala de cinema em uma das salas de aula e aberta não apenas aos alunos. Baseado nesta e em muitas outras experiências que conheci ao longo desses dois anos, estamos lançando agora as escolas culturais”, finalizou Rui.

Cerca de R$100 milhões serão investidos na melhoria da estrutura física das escolas e obtenção de materiais para a implantação do programa

Bahia.ba

7 de fevereiro de 2017
Posted by Marcus Vinicius Cunha de Souza
Tag :

MEC lança edital do ProUni 2017; inscrições começam dia 31 de janeiro


Ministério da Educação (MEC) publicou hoje (26) no Diário Oficial da União  o edital referente ao Programa Universidade Para Todos (ProUni). As inscrições para o Programa abrem na próxima terça-feira (31) e seguirão até o dia 3 de fevereiro às 23h:59 no portal do ProUni.
De acordo com o edital, o cronograma é o seguinte: a primeira chamada será publicada dia 6 de fevereiro e a comprovação das informações deverá ser feita entre 6 a 13 de fevereiro; a segunda chamada acontecerá dia 20 de fevereiro e o período de comprovação das informações entre 20 a 24 de fevereiro; os candidatos que não forem convocados nas respectivas chamadas poderão manifestar interesse na Lista de Espera entre 7 e 8 de março e as Universidades poderão consultar a partir do dia 10 de março.
O MEC ainda não informou o número de bolsas que serão ofertadas nesta edição. O ProUni disponibiliza bolsas de estudos para cursos Superiores em Instituições Privadas de todo país. Os candidatos podem conseguir bolsas integrais ou parciais, dependendo do desempenho obtido no Exame Nacional do Ensino Médio (ENEM) e da renda familiar.

InfoEscola
26 de janeiro de 2017
Posted by Marcus Vinicius Cunha de Souza
Tag :

Estudantes podem solicitar certificação do Ensino Médio com resultado do ENEM


Os estudantes que realizaram o Exame Nacional do Ensino Médio (Enem), em 2016, e solicitaram a certificação do Ensino Médio no ato da inscrição, tendo requisitado recebimento através da Secretaria da Educação do Estado, já podem dirigir-se às unidades escolares autorizadas do Estado da Bahia. Entre os requisitos, o estudante deve ter atingido o mínimo de 450 pontos em cada uma das áreas de conhecimento do ENEM e 500 pontos na Redação.

Para obter o certificado, além do rendimento na avaliação, o candidato deve possuir 18 anos completos até a data de realização da primeira prova do Enem, mesmo sendo emancipado, e apresentar os seguintes documentos: duas fotos 3X4 recentes, RG e CPF (cópias e originais), cópia do resultado do Enem e a senha para acesso ao sistema do resultado. Confira as unidades autorizadas para certificação no site da Secretaria da Educação.


Fonte: Ascom/ Secretaria de Educação do Estado
Posted by Marcus Vinicius Cunha de Souza
Tag :

Conselho Estadual reconhece curso de Medicina em Jequié


O Conselho Estadual de Educação (CEE) emitiu parecer aprovando, por seis anos, o Reconhecimento do curso de Medicina, oferecido pela Uesb no campus de Jequié. O parecer foi publicado no Diário Oficial da última quinta, 19, e pode ser conferido aqui. Após o parecer, o Conselho encaminhou o Ato ao governador do Estado.
"O Reconhecimento significa que conseguimos, nestes seis anos, planejar, organizar e implementar um projeto pedagógico que atendesse de forma atualizada às Diretrizes Curriculares Nacionais, formando profissionais médicos capazes de atender às demandas de saúde, com visão crítica da realidade, levando em conta os aspectos técnicos e éticos necessários", destacou o coordenador do Curso, professor Tarso Carvalho Barberino. Para o professor, esse "é um momento muito importante também para a cidade de Jequié, que tem a concretização de um Curso tão fundamental para formação de profissionais que podem contribuir para reduzir o cenário de desassistência em saúde e a carência de médicos nas cidades mais distantes dos grandes centros do país".
Já para a professora Talamira Taíta Rodrigues, pró-reitora de Graduação (Prograd), o Reconhecimento é um desdobramento do trabalho de professores, alunos e da gestão administrativa/acadêmica da Universidade. "Esse momento é de coroamento para todos aqueles que acreditaram no potencial do curso, que se esforçaram para dar certo", ressaltou a professora.
O professor Paulo Roberto Pinto Santos, reitor da Uesb, afirmou que o Reconhecimento, após a formatura da primeira turma do Curso, fecha um ciclo. “Esse resultado nos coloca com objetivo de avançar na melhoria da infraestrutura e na qualificação do corpo docente, garantindo a manutenção da qualidade dos profissionais formados pela nossa Universidade", afirmou o reitor.
O Curso de Medicina do campus de Jequié foi criado em 2009 e teve a sua primeira turma formada em outubro de 2016.


Assessoria de Comunicação
24 de janeiro de 2017
Posted by Marcus Vinicius Cunha de Souza
Tag :

IFBA disponibiliza 1930 vagas pelo Sisu

O Instituto Federal de Educação, Ciência e Tecnologia da Bahia (IFBA) disponibiliza 1930 vagas, distribuídas em 34 cursos e 13 campi, pelo Sistema de Seleção Unificada (Sisu) para o ano de 2017.
As vagas são para os cursos superiores oferecidos nos campi: Barreiras, Camaçari, Eunápolis, Feira de Santana, Irecê, Jacobina, Paulo Afonso, Porto Seguro, Salvador, Santo Amaro, Simões Filho, Valença e Vitória da Conquista. Somente o curso de licenciatura em Intercultural Indígena do campus Porto Seguro, não ofertará vagas pelo Sisu.
Para concorrer, os candidatos devem se inscrever no site do Sisu, no período de 24 a 27 de janeiro. O resultado é disponibilizado no dia 30, no próprio site. A seleção é efetuada exclusivamente com base nos resultados obtidos pelos estudantes no Exame Nacional do Ensino Médio (Enem) 2016.
As matrículas acontecem nos dias 3, 6 e 7 de fevereiro, presencialmente nos campi para os quais os candidatos se inscreveram.
 Para mais informações, acesse a página do Sisu no IFBA.
Ifba
23 de janeiro de 2017
Posted by Marcus Vinicius Cunha de Souza
Tag :

UNIVASF oferece 1530 vagas pelo SISU

A Univasf oferta 28 cursos de graduação presenciais, com um total de 1530 vagas, em seis campi nos Estados da Bahia, Pernambuco e Piauí.
Para participar da seleção, os interessados precisam ter prestado as provas do Enem 2016 e se inscrever no Sisu 1º 2017. As informações estão disponíveis no Edital nº 01 do PS-ICG 2017. Acompanhe as informações nesta página e nas nossas redes sociais. Fique ligado!
Além disso, acesse frequentemente esta página e os perfis oficiais da SRCA nas redes sociais: siga-nos no Twitter e curta a página do Facebook.
Univasf
Posted by Marcus Vinicius Cunha de Souza
Tag :

UESC oferece 1676 vagas em 33 cursos pelo SISU 2017


Processo Seletivo para preenchimento da totalidade das 1.676 vagas dos 33 cursos de graduação regulares da Universidade Estadual de Santa Cruz (Uesc), em 2017, continuará sendo através do Sistema de Seleção Unificada (Sisu):
Para participar desse Processo Seletivo, o estudante já deve ter realizado as provas do Exame Nacional do Ensino Médio (Enem), que ocorreram nos dias 05 e 06 de novembro de 2016 e nos dias 03 e 04 de dezembro de 2016.

As inscrições no Sisu poderão ser realizadas através do site http://sisu.mec.gov.br, no período de 24 de janeiro de 2017 até as 23 horas e 59 minutos do dia 27 de janeiro de 2017, observando o horário oficial de Brasília.


Posted by Marcus Vinicius Cunha de Souza
Tag :

UESB abre 615 vagas pelo SiSU para primeiro semestre de 2017

Depois de realizada a prova do Exame Nacional do Ensino Médio (Enem), é hora de garantir uma vaga na Universidade. Por meio do Edital 007/17, a Uesb dá início ao processo seletivo para as vagas de graduação do primeiro período letivo de 2017, destinadas ao Sistema de Seleção Unificada (SiSU).
São 615 vagas ofertadas em 38 cursos nesse primeiro semestre. As opções são para os três campi e o número de vagas por curso, o peso de cada prova para o cálculo da nota final e outros detalhes podem ser conferidos no Termo de Adesão. Os interessados devem se inscrever no site do SiSU, de 24 a 27 de janeiro. O resultado final será divulgado na próxima segunda, 30.
Para quem não for aprovado na primeira lista, é preciso ficar atento ao período de confirmação de interesse na lista de espera: 30 de janeiro a 10 de fevereiro. Para saber mais informações, acesse o site do SiSU ou entre em contato com a Secretaria de Cursos pelos telefones (73) 3528-9654, em Jequié; (77) 3261-8612, em Itapetinga; e (77) 3424-8661, em Vitória da Conquista.
Uesb
Posted by Marcus Vinicius Cunha de Souza
Tag :

UFSB oferece 480 vagas no Sisu 2017.1

Na próxima terça-feira (24/01), estarão abertas as inscrições para o Sisu 2017. Nessa Seleção, a Universidade Federal do Sul da Bahia (UFSB) oferece 480 vagas, ofertadas nos campi de Itabuna, Teixeira de Freitas e Porto Seguro, entre os cursos de Licenciatura Interdisciplinar e Bacharelo Interdisciplinar em Saúde, Ciências, Humanidades e Artes.
As inscrições serão realizadas do dia 24 ao dia 27 de janeiro, através linkhttp://sisu.mec.gov.br/. Para se inscrever na UFSB, o candidato deverá procurar por Universidade Federal do Sul da Bahia ou UFESBA (sua sigla de criação) ou ainda pelos cursos ou cidade de seu interesse.
O resultado da Primeira Chamada será divulgado no dia 30 de janeiro e a matrícula presencial dos candidatos selecionados será realizada nos 03 a 07 de fevereiro. Os interessados em participar da lista de espera poderão se manifestar através do site do MEC entre os dias 30/01 a 10/02.
Modelo Pedagógico
A UFSB possui um modelo pedagógico que trabalha em ciclos: o primeiro ciclo corresponde às licenciaturas e bacharelados interdisciplinares; o segundo, aos cursos de graduação; o terceiro, às pós-graduações. Para o ingresso no segundo ciclo, é obrigatória a entrada no primeiro ciclo.
Os cursos de segundo ciclo já estão sendo estruturados e, dentre os cursos já confirmados, a Universidade oferecerá o curso de Medicina. Os outros cursos em construção podem ser visualizados na página da Instituição.
Ufsb
Posted by Marcus Vinicius Cunha de Souza
Tag :

UFRB anuncia oferta de 1.490 vagas no SiSU 2017.1

A Universidade Federal do Recôncavo da Bahia (UFRB) vai ofertar 1.490 vagas em 32 cursos de graduação presencial para ingresso em 2017.1, pelo Sistema de Seleção Unificada (SiSU) do Ministério da Educação (MEC). As inscrições serão realizadas entre os dias 24 e 27 de janeiro, exclusivamente pela internet, por meio do endereço eletrônico http://sisu.mec.gov.br.
Apenas podem se inscrever os estudantes que fizeram o Enem 2016 e que obtiveram nota diferente de zero na prova de redação. O candidato pode se inscrever em até duas opções de vaga, especificando a ordem de preferência e a modalidade de concorrência.
Em conformidade com a Resolução CONAC Nº 17/2014, a UFRB reservará 30% das vagas da modalidade de ampla concorrência do curso de Letras/Libras para candidatos surdos. E de acordo com a Lei Nº 12.711/2012, conhecida como a Lei de Cotas, 50% das vagas da UFRB serão para estudantes de escolas públicas, dos quais 76,67% estão reservados aos pretos, pardos e indígenas.
O resultado da chamada regular será divulgado no dia 30 de janeiro, na página do SiSU na internet. A matrícula dos candidatos convocados pela UFRB compreenderá duas etapas. A pré-matrícula, que consiste no registro do candidato mediante apresentação e entrega de documentos na Superintendência de Regulação e Registros Acadêmicos (SURRAC), ocorrerá nos dias 03, 06 e 07 de fevereiro.
Já a confirmação da matrícula corresponde à retirada do comprovante de inscrição em componentes curriculares do semestre e assinatura do termo de confirmação no Núcleo de Gestão Técnico Acadêmico do Centro de Ensino do curso de ingresso. Esta segunda etapa ocorrerá na semana anterior ao início do semestre letivo 2017.1, que será definido em reunião do Conselho Acadêmico (CONAC).
Lista de Espera - As vagas eventualmente remanescentes após a chamada regular do SiSU 2017.1serão preenchidas pelos candidatos que constarem na Lista de Espera. Para participar, o candidato deve manifestar seu interesse por meio da página do SiSU na internet, no período de 30 de janeiro a 10 de fevereiro.
O candidato somente poderá manifestar interesse para o curso correspondente à sua primeira opção. A UFRB através da Pró-Reitoria de Graduação (PROGRAD) publicará edital de ocupação das vagas da Lista de Espera/Cadastro Seletivo após a chamada regular do SiSU.
Para mais informações sobre o Processo Seletivo da UFRB, acesse o site www.ufrb.edu.br/prosel.
Posted by Marcus Vinicius Cunha de Souza
Tag :

UFOB ofertará 996 vagas no Sisu

Entre os dias 24 e 27 de janeiro, quando o Sistema de Seleção Unificada estiver aberto, milhares de estudantes estarão em frente ao computador para decidir qual profissão seguir. Nesta edição do processo seletivo, a UFOB disponibilizará 996 vagas em 30 cursos de graduação ofertados nos campi de Barra, Barreiras, Bom Jesus da Lapa, Luís Eduardo Magalhães e Santa Maria da Vitória. 
As novidades deste ano são a criação do curso de Direito, em Barreiras, e a adoção de uma política de reserva de 378 vagas para estudantes que tiverem cursado todo o Ensino Médio em instituições, públicas ou privadas, de 80 municípios baianos distantes até 150 quilômetros dos campi da UFOB. Esta medida foi aprovada pelo Conselho de Ensino, Pesquisa e Extensão, Conepe, e substitui a bonificação de 20%, implementada no Sisu de 2016.
Com esta nova ação afirmativa, a UFOB passa a ter agora três modalidades de ingresso no Sisu: a política de cotas, que destina 50% das vagas aos candidatos que tenham cursado integralmente o Ensino Médio em escolas públicas, a reserva de vagas e a ampla concorrência. 
Para participar, é necessário que o candidato tenha fei to a prova do Enem de 2016 e ter atingido as notas mínimas de cada curso (clique aqui para ver). As inscrições devem ser realizadas exclusivamente no site do Sisu, e os participantes podem solicitar até duas opções de cursos. 
Ufob
Posted by Marcus Vinicius Cunha de Souza
Tag :

UFBA oferece 5.924 vagas de graduação pelo SISU 2017

A Universidade Federal da Bahia oferece, em 2017, 5.924 novas vagas de graduação em 89 opções de curso, sendo 4.514 vagas para o primeiro semestre letivo (2017.1). A seleção dos candidatos será feita através do SISU/MEC (Sistema de Seleção Unificada do Ministério da Educação). O edital e todas as informações sobre o processo seletivo estão disponíveis no site http://www.vestibular.ufba.br/

Os candidatos devem se inscrever entre os dias 24/01 e 27/01, através do endereço http://sisu.mec.gov.br. O resultado da primeira chamada será divulgado no dia 30/01, e as matrículas para os alunos convocados serão feitas entre 03/02 e 07/02. Para o ano de 2017 a UFBA adotará as duas edições do SISU, primeiro e segundo semestres. A lista completa dos cursos e vagas pode ser consultada aqui.
Não participam das vagas ofertadas pelo SISU os cursos que exigem processo seletivo especial: Artes Plásticas, Design, Licenciatura em Desenho e Plástica, Superior de Decoração; Direção Teatral, Interpretação Teatral, Licenciatura em Teatro; Canto, Composição e Regência, Instrumento, Licenciatura em Música e Música Popular - embora os candidatos a esses cursos também devam ter se submetido obrigatoriamente às provas do ENEM.
A seleção adota o critério de reserva de vagas, em quatro modalidades: Escola Pública/Pretos/Pardos/Indígenas/ com renda familiar menor ou igual a 1,5 salário mínimo; Escola Pública /menor ou igual a 1,5 salário mínimo; Escola Pública/Pretos/Pardos/Indígenas; e Escola Pública. Os candidatos que optarem pela reserva de vagas também concorrem pelo sistema de ampla concorrência, do qual participam todos os candidatos.
Os cursos serão oferecidos nas modalidades Curso de Progressão Linear (CPL); Curso Superior de Tecnologia (CST); e Bacharelado Interdisciplinar (BI).
Os CPL são os cursos tradicionalmente oferecidos pela UFBA: Licenciatura, Bacharelado ou Formação Profissional. O candidato selecionado para um desses cursos terá acesso diretamente ao curso escolhido e fará um único percurso curricular previamente traçado até a obtenção do diploma. 
Os CST destinam-se a formar profissionais para atender aos diversos setores da economia, abrangendo áreas especializadas, com duração média de três anos letivos. O candidato selecionado para um desses cursos terá acesso diretamente a ele e fará um único percurso curricular previamente traçado até a obtenção do diploma.
Os BI são outra modalidade de curso de graduação, com um mínimo de 2400 horas de aula ou seis semestres letivos, destinados à formação geral humanística, científica e artística, com currículos flexíveis e articulados, possibilitando também o aprofundamento num dado campo do conhecimento. Esses campos de conhecimento estão agrupados em quatro grandes áreas, desdobradas em áreas de concentração. O BI tem caráter terminal, podendo o Bacharel exercer determinadas funções de nível superior no mercado de trabalho ou prosseguir seus estudos superiores em outros cursos de Bacharelado, Licenciatura ou de formação profissional.
Ufba
Posted by Marcus Vinicius Cunha de Souza
Tag :

UNEB oferece 445 vagas pelo Sistema de Seleção Unificada do MEC


As inscrições pelo Sistema de Seleção Unificada (Sisu) do MEC, para o semestre letivo 2017.1, estarão abertas a partir desta terça-feira (24). A UNEB está oferecendo 445 vagas (e 26 sobrevagas exclusivas para indígenas), distribuídas entre 13 opções de cursos presenciais em quatro campi, na capital e do interior do estado (vejaquadro).
Os interessados em concorrer às vagas devem se inscrever, gratuitamente, através do sitehttp://sisu.mec.gov.br, até a próxima sexta-feira (27), podendo escolher – por ordem de preferência – até duas opções de cursos oferecidas pela instituição.
O candidato também deve definir se deseja concorrer às vagas de ampla concorrência ou às vagas destinadas para as políticas de ações afirmativas (cotas), em conformidade com os requisitos do edital de seleção.
No primeiro semestre letivo de 2017, a UNEB ofertará 100% das vagas de suas graduações através do Sisu. Destaque para os dois novos cursos: Licenciatura em Física e Graduação Tecnológica em Jogos Digitais; e para o de medicina, que vai ofertar 30 vagas.
O Sistema do MEC fará a seleção dos inscritos de acordo com o desempenho que obtiveram no Exame Nacional do Ensino Médio (Enem) de 2016 (veja notas de corte de 2016.1 e 2016.2).
O resultado da chamada regular será divulgado no dia 30 de janeiro na página do Sisu e no portal da UNEB. As matrículas deverão ser realizadas entre os dias 3 e 7 de fevereiro.
Os interessados podem consultar o edital, as vagas disponíveis, o termo de participação da UNEB no SiSU, o cronograma completo, informações sobre os cursos e turnos das aulas, além dos documentos necessários para matrícula, no site www.uneb.br/sisu.
A Universidade do Estado da Bahia informa ainda à comunidade que também utilizará o Sistema de Seleção Unificada (Sisu) no segundo semestre letivo de 2017.
Informações: Gerência de Seleção Discente/Prograd – tel. (71) 3372-7272.

Uneb
Posted by Marcus Vinicius Cunha de Souza
Tag :

Inscrições no Sisu abrem dia 24

As inscrições no Sistema de Seleção Unificada têm início na terça-feira, 24 de janeiro, mas as consultas para vagas no ensino superior em faculdades públicas já podem ser feitas pelo site. Podem participar do Sisu, nesse primeiro semestre de 2017, quem participou do Exame Nacional do Ensino Médio no ano passado e teve nota diferente de zero na redação. O processo é gratuito e vai até 23h59 do dia 27 de janeiro.
Pelo sistema online do Ministério da Educação, é possível checar os cursos oferecidos, as instituições participantes e os municípios que oferecem vagas. O candidato deve escolher, por ordem de preferência, até duas opções que podem ser modificadas durante as inscrições.
Durante esse período, a nota de corte para cada curso é calculada pelo Sisu numa equação que considera o número de vagas disponíveis e o total de candidatos. Segundo o MEC, essa não é uma referência única para auxiliar o candidato no monitoramento da seleção e não garante, necessariamente, a vaga desejada.
O estudante Rafael Greca, de 19 anos, está confiante em conseguir entrar para Sistemas de Informação da Universidade Federal de Itajubá, em Minas Gerais. Ele já checou o número de vagas no Sisu
- Vi que o número de vagas em relação ao ano passado continua o mesmo. Como tirei 691,1, a mesma nota que a de corte de 2016, estou otimista.
Os resultados são divulgados no dia 30 de janeiro. No total, são ofertadas 238.397 oportunidades em 131 instituições, entre universidades federais, institutos federais de educação, ciência e tecnologia e instituições estaduais.



Leia mais: http://extra.globo.com/noticias/educacao/vida-de-calouro/inscricoes-no-sisu-abrem-dia-24-ja-possivel-fazer-consulta-de-vagas-20813941.html#ixzz4WcYdcAKs
Posted by Marcus Vinicius Cunha de Souza
Tag :

Nova oportunidade: UNEB prorroga prazo para inscrição no Vestibular 2017.2

A UNEB prorrogou, até o dia 5 de fevereiroo prazo de inscrição para o Vestibular 2017.2 , exclusivamente pela internet, no endereço www.vestibular.uneb.br.
Estão sendo disponibilizadas 3.185 vagas distribuídas em mais de 112 opções de cursos de graduação presenciais, oferecidas nos campi de Salvador e outras 22 cidades baianas, com entrada para o segundo semestre de 2017. A taxa é de R$ 70
O candidato que solicitou  isenção da taxa de inscrição e não foi contemplado deverá, no período de inscrição, acessar o módulo de acompanhamento no site do vestibular utilizando o seu número de inscrição ou CPF e data de nascimento e imprimir o boleto no valor de R$ 65 (sessenta e cinco reais), para integralizar o pagamento. Os contemplados com o benefício estão automaticamente inscritos no processo seletivo deste ano.
Em 2017, a universidade traz dois novos cursos. Os candidatos agora vão poder concorrer também às graduações em Medicina Veterinária, no Campus IX, em Barreiras, que ofertará 40 vagas, e em Administração, no Campus III, em Juazeiro, que será oferecido na modalidade semipresencial, com oferta de 40 vagas.
Pioneira no país na implantação do sistema de cotas, a UNEB reserva 40% das vagas para candidatos negros da rede pública de ensino e 5% para indígenas.
Os candidatos indígenas precisam especificar a que comunidade étnica pertencem, conforme opções constantes do formulário de inscrição deste Processo Seletivo, e devem comprovar a sua vinculação étnica por meio de declaração expedida por organização indígena devidamente reconhecida.
As provas estão previstas para serem aplicadas nos dias 23 e 24 de abril. A relação de cursos, quadro de vagas, provas, normas e cronograma da seleção constam no edital do certame (ver retificação) (ver termo aditivo).
O Centro de Processos Seletivos (CPS) da UNEB reforça que as vagas reservadas para 2017.1 (entrada no primeiro semestre de 2017) serão ofertadas exclusivamente através do Sistema de Seleção Unificada (SiSU), do Ministério da Educação (MEC). O quadro de vagas para esse processo é específico e será publicizado posteriormente, em divulgação alinhada com a do MEC.
Informações: tel. 0800 071 3000 ou e-mail vestibular@listas.uneb.br.

UNEB
17 de janeiro de 2017
Posted by Marcus Vinicius Cunha de Souza
Tag :

Senac abre temporada de cursos com 9 mil vagas na Bahia

O Serviço Nacional de Aprendizagem Comercial (Senac) abriu inscrições para sua nova temporada de cursos, com início entre fevereiro e abril de 2017. São cerca de 9 mil vagas na Bahia, 5 mil delas em Salvador. Há opções nos segmentos de Gastronomia, Gestão, Beleza, Moda, Saúde, Informática, Idiomas e Turismo. “Entre os segmentos mais procurados estão os cursos da área de saúde, gastronomia, hotelaria, informática e beleza. O valor dos cursos varia entre R$ 200 a R$ 2 mil, que podem ser parcelados em até 10 vezes, a depender do valor”, explica a gerente de desenvolvimento pedagógico do Senac, Cristiane Matos. O único curso gratuito é o de garçom, que oferece cerca de 300 vagas em turmas divididas entre as unidades da Casa do Comércio e do Pelourinho. É necessário participar de seleção prévia. Quem já fez o curso foi Vinicius Génesio, de 22 anos, que conquistou no mês passado a medalha de prata  no concurso nacional que escolheu o melhor garçom do Brasil. 
"Descobri o curso meio que por acaso e fui me encontrando na área e estou a cada dia buscando mais qualificação. O nosso aprendizado é no dia a dia”, afirma o garçom formado pelo Senac. Mesmo formado, Vinícius não pretende parar. “A competição foi uma experiência única, principalmente para a gente que trabalha na área voltada para o atendimento ao cliente. É um estímulo que facilita muito o acesso ao mercado de trabalho”, garante. 
Inscrições 
De acordo com Cristiana, os profissionais que ainda estão desempregados são os que mais buscam alternativas na qualificação técnica. “Hoje o índice de pessoas desempregadas que buscam nossos cursos é muito alto. Sem qualificação fica difícil se colocar no mercado. 80% dos egressos do Senac são empregados após  a formação profissional”, destaca.  As inscrições para os cursos são feitas presencialmente, nas unidades do Senac. Os interessados devem comparecer munidos de RG, CPF, comprovante de escolaridade, comprovante de residência e certificação profissional, quando solicitado. No mês de janeiro, as unidades do Comércio, Rua Chile e Aquidabã estarão fechadas. Nesse período, as matrículas serão feitas nas unidades da Praça da Sé, Casa do Comércio e Pelourinho. 
A lista completa de cursos com seus respectivos pré-requisitos, valores e forma de pagamento pode ser encontrada no site do Senac ou consultada pelo telefone (71) 3186-4000. A tabela completa ainda pode ser baixada aqui. 

Sertão Baiano
20 de dezembro de 2016
Posted by Marcus Vinicius Cunha de Souza

UFBA: Adiada a matrícula dos classificados na 3ª chamada do SISU 2016.2

Nova data será divulgada na página de ingresso
Devido à greve dos servidores técnicos-administrativos da Universidade Federal da Bahia, a matrícula dos candidatos convocados em terceira chamada, pelo SISU 2016.2, está adiada.  De acordo com o Serviço de Seleção e Orientação da Pró-Reitoria de Graduação da UFBA, os candidatos que constam na relação de convocados para a 3ª chamada do SISU 2016.2 devem desconsiderar a data publicada no edital de convocação e aguardar a divulgação de uma nova data, que será feita no site www.ingresso.ufba.br.   
UFBA
2 de novembro de 2016
Posted by Marcus Vinicius Cunha de Souza
Tag :

Na Reitoria da UFBA, economistas desmistificam argumentos a favor da PEC 241

"Estado não funciona como família", dizem especialistas
A analogia entre as finanças públicas e a economia doméstica pode parecer didática, mas não serve para explicar o cenário econômico do Brasil – afinal, uma família não pode, como pode o Estado, emitir moeda, regular juros etc. A desconstrução dos argumentos que o atual governo e setores do pensamento econômico brasileiro têm apresentado para justificar a implementação da proposta de emenda constitucional (PEC) 241 (ou 55, na renumeração dada pelo Senado) – que congela os gastos do Estado (com educação e saúde, inclusive) por 20 anos –  foi a tônica de um debate sobre o tema realizado na manhã da segunda-feira (31/10) pela Reitoria da UFBA.
Mediado pelo reitor João Carlos Salles, o debate contou com as presenças dos economistas Gabriel Galípolo, consultor econômico independente (ex-sócio da BG – Belluzzo & Galípolo Projetos e Consultorias), e Luis Filgueiras, da Faculdade de Ciências Econômicas da UFBA, além de uma breve participação do pró-reitor de Planejamento e Orçamento da UFBA, Eduardo Mota, que apresentou um prognóstico das finanças da Universidade virtualmente sob a PEC 241. Em mais de duas horas de explanações, os dois economistas apresentaram um conjunto de argumentos consistentes que mostram que a comparação da economia de um país com a de uma casa – atualmente em voga visando convencer a população de que a PEC 241 é necessária – não se sustenta por vários motivos.
Primeiro, porque o movimento de corte de gastos feito por uma família não tem impacto sobre suas receitas - ao contrário do Estado, que tem justamente no retorno gerado pelo gasto público uma de suas mais eficazes ferramentas de regulação da economia em momentos de crise. Ou seja: quanto mais o Estado corta, mais risco ele corre de perder receita, pois deixa de dinamizar a economia através dos investimentos em obras, salários, isenções fiscais, educação e saúde dos cidadãos etc.
Segundo, porque uma família endividada não tem o poder que o Estado brasileiro hoje tem, de regular a taxa de juros que indexa sua própria dívida. Terceiro, porque nenhuma família engessa seus gastos por tanto tempo – assim como jamais nenhum país no mundo fixou um teto de 20 anos para seus gastos públicos.
E quarto, porque não é verdadeiro dizer que o Estado brasileiro tem se comportado historicamente como uma família que gasta mais do que ganha – e que, logo, teria como única saída cortar seus gastos para saldar suas dívidas – , uma vez que, desde meados da década de 90, o Brasil apresentou continuamente superávits primários ano a ano (resultado da diferença entre a arrecadação e os gastos do governo), à exceção dos anos de 2014 e 2015.
Para Galípolo, há uma certa ala do pensamento econômico brasileiro que tem buscado, por meio do recurso a um linguajar técnico e hermético, próprio da área econômica, "afastar o grande público do debate". "Os economistas querem é enrolar vocês, dizendo que não há nada que se possa fazer fora do que prevê a economia que eles defendem", afirmou.
No mesmo tom, Filgueiras foi enfático: "As finanças públicas são o centro de disputa da luta de classes, em torno do direcionamento dos recursos arrecadados pelo conjunto da população. Essa é uma discussão muito séria para ser deixada na mão de economistas. É uma discussão que precisa ser popularizada."
"Servidão por dívida"
Galípolo e Filgueiras procuraram evidenciar a falácia economicista de que o congelamento de gastos por 20 anos é o "remédio amargo" necessário para conter uma suposta tradição de irresponsabilidade fiscal (gasto maior que arrecadação) do Estado brasileiro, cuja imagem simplificada para o público é de ineficiente e corrupto. Isso com a finalidade de "melhorar o risco-país", visando uma suposta "recuperação da confiança" do capital internacional.
Após mostrarem gráficos que indicam que o Brasil tem arrecadado mais do que tem gasto ao longo das últimas décadas, os dois economistas apontaram que a atual explosão das contas públicas tem outros motivos: reflexos da crise mundial desde 2008, que impactaram na redução da atividade econômica e da arrecadação também no Brasil; e crescimento exponencial da dívida pública, que consome quase metade do orçamento para pagar credores e é gerida por uma política “autonomizada” em relação às necessidades da economia real. Tudo isso num contexto de progressiva desindustrialização da economia brasileira desde meados dos anos 80, que reforça a condição de subordinação tecnológica e financeira, típica de economias periféricas, que os últimos governos não conseguiram superar.
A dívida pública, segundo gráfico apresentado por Filgueiras, consumiu em 2015, com pagamento e juros, 42,43% do PIB (Produto Interno Bruto, a soma de toda a riqueza gerada pelo país anualmente) – proporção bem maior que a de 2006, quando esse percentual era de 36,7%. Entretanto, a mesma PEC que congela o gasto público por 20 anos deixa de fora dessa contenção de despesas os gastos com a dívida – algo contra-intuitivo mesmo na incorreta analogia com o gasto familiar, uma vez que isso significaria, por exemplo, um pai de família optar por pagar o saldo devedor do cartão de crédito a comprar alimentos ou remédios para casa.
"Ao contrário do que se diz, o aumento da dívida pública não decorreu de sucessivos déficits fiscais, mas sim da autonomização da própria dívida", disse Filgueiras. "Não é verdade que o Brasil tem uma dívida alta porque todos os anos precisa cobrir um gasto maior do que a arrecadação. Entre 1998 e 2013, não há um centavo a mais na dívida pública que se justifique pelo gasto, porque houve sucessivos superávits", demonstrou Galípolo.
Galípolo explicou que a dívida pública brasileira passou de externa (financiada por bancos e fundos internacionais, logo, em dólar) a interna (financiada pelo capital nacional, logo, em real) ainda no primeiro governo Lula (2003-06). Isso teve dois impactos: por um lado, desatrelou a dívida da variação do dólar, sobre a qual o Estado brasileiro não tem controle. Por outro, significou o refinanciamento, junto a credores nacionais, a juros muito mais altos que os cobrados anteriormente.
Assim, a dívida cresceu exponencialmente ao longo dos últimos anos. Mas a repercussão desse crescimento perante os “mercados” só se deu recentemente, após a queda do PIB registrada a partir de 2014, que elevou a relação dívida/PIB a patamares que geram "desconfiança" dos investidores internacionais. Portanto, num momento em que o Estado arrecada menos e os juros da dívida se mantêm os mais altos de todo o mundo (14,25% ao ano), a solução oferecida pela PEC 241 é limitar drasticamente os já insuficientes gastos com educação, saúde e previdência para continuar pagando os investidores, por um prazo indefinido.
Caríssima para o país, a rolagem da dívida hoje custa mais que toda a soma do gasto público brasileiro - mas, mesmo assim, será mantida inalterada pela PEC. Filgueiras afirma ainda que não faz sentido o Brasil manter reservas em dólares que hoje chegam a US$360 bilhões, aplicadas em títulos públicos dos EUA a rendimento de 0,5% ao ano, enquanto paga 14,25% de juros sobre os títulos que emite. "O crescimento da dívida é autônomo, tem como finalidade financiar o rentismo no Brasil, não tem nada a ver com [sanear] gasto público. O Brasil, com a PEC, está adotando um regime de ajuste permanente da economia. Uma verdadeira 'servidão por dívida'".
Impacto social
Simulações do que teria acontecido se a PEC 241 tivesse sido implementada antes - por exemplo, desde 2010 - mostram que o Brasil teria tido superávits primários ainda maiores; porém, a um custo social imenso, uma vez que gastos em educação, saúde, previdência e programas sociais teriam sido drasticamente menores.
Filgueiras observou que, embora o discurso de descontentamento com a política econômica do segundo governo Dilma tenha tido como argumento central a irresponsabilidade fiscal, o governo Temer adotou justamente medidas que, de imediato, aumentaram o déficit público no orçamento (R$ 170 bilhões, contra R$ 90 bi, aproximadamente, da proposta enviada por Dilma ao Congresso). E com a PEC 241, o que se é pretende compensar esse déficit com um "arrocho permanente" dos gastos com saúde, educação, previdência, transportes etc. “Isso significa fazer algumas bondades imediatas para contentar as camadas que dão sustentação a esse governo ilegítimo, para depois fazer maldades por 20 anos seguidos”, observou Filgueiras.
A universidade pública é uma das áreas mais diretamente afetadas pela PEC. Em sua exposição, o pró-reitor Eduardo Mota mostrou que, entre 2011 e 2016, houve aumento de 30,9% do orçamento das universidades federais. Porém, a proposta de orçamento para 2017 prevê um corte de 6,7% - que, com a implementação da PEC 241, deverá ser congelado por 20 anos a partir de 2018, contemplando reajustes limitados à reposição da inflação. Isso sem contar a previsão de desvinculação do orçamento – ou seja, uma espécie de 'liberação' para que o governo não seja obrigado a gastar um percentual fixo com rubricas como educação (hoje próximo a 18%), saúde etc.
"Se a PEC tivesse sido implementada em 2010, só a UFBA teria perdido R$ 217 milhões. Em vez de aumentar 21,5%, o orçamento da Universidade teria caído 3,7%. O cenário para o futuro, com a PEC, é de congelamento, de estagnação", sintetizou Mota.
Ocupação

A palestra foi realizada numa Reitoria ocupada pelos estudantes da UFBA há uma semana, contra a PEC 241 e a Medida Provisória que altera o Ensino Médio, entre outras pautas. O reitor João Carlos Salles mediou o debate e franqueou a palavra a entidades representativas dos estudantes (DCE), dos técnico-administrativos (ASSUFBA) – em greve desde o dia 24/10 – e dos docentes (APUB). “Continuaremos promovendo debates e atividades como esta”, disse Salles.
UFBA
Posted by Marcus Vinicius Cunha de Souza
Tag :

UFOB: Concurso para professor efetivo tem inscrições prorrogadas até 30 de novembro


O prazo de inscrição no concurso para professores efetivos da UFOB foi prorrogado. Agora, os interessados têm até 30 de novembro para participar. Confira aqui o edital de prorrogação.
As 54 vagas ofertadas são para os campi de Barra (9), Barreiras (27), Bom Jesus da Lapa (9), Luís Eduardo Magalhães (5) e Santa Maria da Vitória (4), com salários que podem chegar a R$ 9,1 mil, a depender da titulação e do regime de trabalho.
As inscrições custam R$ 100, R$120 e R$150 para os cargos de professor Auxiliar, Assistente e Adjunto, respectivamente, e devem ser feitas no site www.concursos.ufob.edu.br. As provas serão realizadas nos campi, no período de 16 de janeiro a 20 de fevereiro de 2017.
Das vagas oferecidas, 13 são para médicos, com 20 horas semanais de trabalho. As demais são para mestres e doutores, em regime de 40 horas com Dedicação Exclusiva.
Mais informações podem ser acessadas no edital do concurso.
Posted by Marcus Vinicius Cunha de Souza

Perfil

Minha foto
Marcus Vinicius Cunha de Souza
Visualizar meu perfil completo

Postagem em destaque

"O Bom filho à casa torna"

Boa noite meus amigos! Depois de mais de seis meses voltei a postar neste blog. Os motivos foram dos mais diversos: casamento, filho, co...

Frases

Poesia do Dia

Total de visualizações

Imagem do Dia

Seguidores Facebook

Seguidores

Seguidores G+

Concursos

Colégio Modelo de Xiquexique. Tecnologia do Blogger.

- Copyright © Colégio Modelo de Xiquexique -Metrominimalist- Powered by Blogger - Designed by Johanes Djogan -